Mapeamento de Campo Virtual

O mapeamento de campo virtual é uma ferramenta essencial utilizada em geociência. As nossas ferramentas avançadas apoiam os estudantes na obtenção de conhecimentos sobre áreas de campo e arredores regionais. O mapeamento geológico ajuda os estudantes a compreender a superfície terrestre em termos de estrutura, profundidade, e composição. Os estudantes podem seleccionar uma área específica e identificar os seus aspectos geológicos em detalhe, permitindo-lhes obter conhecimentos sobre os elementos geológicos críticos.

Vantagens do mapeamento de campo virtual
O mapeamento de campo virtual cria mapas interactivos que lhe permitem explorar a área e todos os seus riscos. Estes tipos de mapas são feitos usando tecnologia sofisticada, utilizando um radar que penetra profundamente nas camadas da Terra, dando conhecimentos sobre a superfície e a profundidade.

Por exemplo, os estudantes podem avaliar a contaminação do solo e da água, os riscos de terramotos, a actividade vulcânica, e possíveis desabamentos de terra. Mostram a distribuição e composição das rochas e do solo, mostrados num conveniente modelo 3D. Além disso, este método pode revelar as falhas responsáveis pelos terramotos.

Além de avaliar os perigos relacionados com a área geográfica precisa, a cartografia geológica pode ajudar a economia da região. Os mapas ajudam a revelar os recursos minerais disponíveis e os custos associados à sua extracção. Além disso, são normalmente utilizados para ver se o terreno é adequado para a construção de infra-estruturas.

A informação geológica digital é facilmente obtida com a ajuda do Crusta, um globo virtual que permite uma visualização em tempo real. Este instrumento geológico virtual ajuda os estudantes com uma interface interactiva com muitas opções disponíveis. Os utilizadores podem facilmente manipular o seu ponto de vista e descobrir diferentes aspectos do planeta.